• Raisa Valentini

Diabetes e vacinas



A expectativa de se obter uma vacina para covid-19 é grande e nos reforça ainda mais a importância das imunizações, inclusive as já disponíveis. O diabetes, principalmente se não estiver bem controlado, pode prejudicar a resposta imunológica, facilitando o risco de complicações mais graves de uma infecção. Também as próprias infecções podem piorar o controle glicêmico. Pacientes diabéticos parecem ter risco aumentado de infecção grave por pneumococo e complicações de influenza, ambas doenças que podem ser prevenidas com vacinas. Complicações de hepatite B também parecem ser maiores em diabéticos.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Imunizações importantes no diabético: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

- Vacina anual contra a gripe ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

- Vacina para pneumococo ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

- Vacina para hepatite B ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

- Vacina para herpes zoster em adultos acima dos 50 anos ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Outras vacinas devem ser observadas, conforme orientação usual de calendário vacinal: tríplice bacteriana (difteria, tétano e coqueluche, que deve ter reforço a cada 10 anos) e tríplice viral (sarampo, rubéola e e caxumba). Para todo adulto (não só diabético) que não teve contato com a doença, recomenda-se vacina para hepatite A e vírus da varicela. Converse com seu médico e atualize o calendário vacinal.

8 visualizações

© 2018 RAISA VALENTINI

ENDOCRINOLOGISTA E METABOLOGISTA

  • Instagram - Raisa
  • Facebook - Círculo Branco