• Raisa Valentini

Hormônios que você não precisa dosar


Endocrinologistas recebem, com muita frequência, pacientes com inúmeras dosagens hormonais "de rotina". Na maioria dos casos não há nenhuma indicação para dosagem desses hormônios, que são substâncias que só devem ser avaliadas quando se suspeita de alteração, e não com o objetivo de "fazer uma revisão". São inúmeras as opções (e talvez isso gere uma série), mas selecionei aqui 3 hormônios que tem indicação de dosagem BEM RESTRITA:


T3 reverso: é uma proteína com estrutura bem parecida com o T3, que é um dos hormônios da tireoide, mas com pequenas mudanças que o tornam biologicamente inativo. Todos nós produzimos naturalmente um pouco de T3 reverso, mas que em seguida já é degradado. Por isso, a sua dosagem não reflete a função da tireoide e não é recomendada.


Cortisol: só deve ser dosado quando se suspeita de REDUÇÃO ou EXCESSO de produção, baseado em história clínica e exame físico! A dosagem basal isolada do cortisol na maioria das vezes não traz muita informação adicional, sendo necessário usar testes dinâmicos que estimulem ou bloqueiem a sua liberação para fazer um diagnóstico adequado


Estrona: um dos hormônios estrogênicos (femininos), cuja dosagem não tem relevância em mulheres sem alteração menstrual, muito menos em homens sem nenhuma doença.


E então, ainda ficou com alguma dúvida sobre eles?

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo