• Raisa Valentini

OSTEOPOROSE E EXERCÍCIO


É costume dizer que a osteoporose é uma doença do adulto que inicia na infância. Isso porque 80-90% da nossa massa óssea é obtida até mais ou menos 16 anos de idade, com o pico de massa óssea alcançado aos 18 anos e mantido até a 3ª década de vida. Após isso se inicia gradualmente a perda óssea.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Por isso o maior benefício do exercício para o osso seria aquele iniciado ainda na infância! Devido aos altos índices de sedentarismo e obesidade na infância atualmente, além de uma tendência a restrição de ingestão de leite e derivados (inclusive por dietas "da moda"), levando ao baixo consumo de cálcio, é possível que haja incidência ainda maior de osteoporose futuramente.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Quando ainda estamos na fase de ganho de massa óssea, antes da puberdade, os exercícios mais benéficos são os de pliometria -> os exercícios com saltos!

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Na vida adulta, o objetivo é a manutenção da massa óssea, e nesses casos os exercício mais estudados são os resistidos -> aqueles feitos com carga ou contra resistência, como musculação, treinamento funcional e pilates. Exercícios como caminhada e corrida também tem efeito, mas um pouco menor que os resistidos, e parecem ocorrer principalmente para a região do quadril, e não na coluna.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Também podem ser associados exercícios resistidos com os pliométricos (teriam melhor resultado para a massa óssea), mas é importante que o paciente sempre converse com seu médico e faça uma avaliação antes de iniciar a atividade física. Pacientes com fraturas de vértebra ou alto risco de fratura podem ter contraindicação a alguns exercícios, especialmente os de salto, pois o maior impacto poderia levar a uma nova fratura.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Além da manutenção da massa óssea, devem ser considerados os outros benefícios do exercício, que são ainda mais importante em pacientes idosos, como melhora do equilíbrio, postura, função muscular e redução do risco de quedas.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Vale ressaltar um ponto fundamental: para ser eficaz, o exercício precisa ter frequência, intensidade e duração -> duração de 30-60 min, ao menos 3x por semana, e por um período mínimo de 10 meses!

© 2018 RAISA VALENTINI

ENDOCRINOLOGISTA E METABOLOGISTA

  • Instagram - Raisa
  • Facebook - Círculo Branco